Portal do servidor - ASPH

Notícias Notícias

Prefeito e Sindicatos definem dissídio de 2022

Após várias reuniões, finalizou nesta manhã (22) o acordo coletivo e o total de reajuste aos servidores.

Prefeito e Sindicatos definem dissídio de 2022
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na manhã desta segunda-feira (25), após reunião entre sindicalistas, Associação e prefeitura, ficou definido o índice de 11,73% de reposição nos vencimentos de todos os servidores públicos da prefeitura de Hortolândia e os aposentados que recebem pela Hortoprev.

O índice foi apresentado na semana passada e colocado em votação pelos sindicatos dos servidores e sindicato dos guardas municipais na última quarta-feira (20). O dissídio foi aprovado pela maioria dos servidores presentes nas duas assembleias e encaminhado para a Câmara Municipal. O prefeito Zezé Gomes espera que os vereadores aprovem o projeto de lei na próxima segunda-feira (02), para que no dia 30/05 seja pago o período referente à maio com o reajuste.

+ Siga-nos no Google News

+ Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Estiveram presentes na reunião José Gomes, Prefeito Municipal, Eduardo Dias de Vasconcelos, Secretário Adjunto de Administração, Carlos Augusto César, Secretário de Governo, Cristiane Francisco, Diretora do Departamento de Gestão de Pessoal, José Carlos Bispo, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Hortolândia, André Luís Pereira, Diretor Jurídico do Sindicato, Sónia Andrade Azevedo, Tesoureira, o Bruno Custódio, Presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Hortolândia e Edivaldo Nicolau de Oliveira, Vice-Presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Hortolândia e Presidente da Associação dos Servidores Públicos de Hortolândia.

Ficou registrado que o valor dado se refere a reposição salarial do período de abril de 2021 a março de 2022, ficando o período referente a abril de 2019 a março de 2021 (2 anos) para discussão posterior. Este período é alvo de discussão na justiça por alguns entenderem que a Lei Complementar 173/2020, do governo federal, proíbe esse reajuste.

O secretário de governo, Cafú, confirmou a abertura de concurso para reposição de vagas para os próximos dias e explicou que já foram feitas 114 progressões por titularidade e há outras 152 aprovadas aguardando homologação. Existem ainda aproximadamente mil pedidos aguardando avaliação.

A próxima reunião da CPN será realizada em junho para dar andamento nas conversas referentes ao Vale Alimentação, progressões e outros assuntos.

Comentários:

Veja também

Olá, tudo bem? Podemos te ajudar? :)